domingo, 7 de fevereiro de 2016

Carol - Carter Burwell






Muito bonita esta história de amor. Blanchett, Cate. Sempre ela a encher a tela

2 comentários:

via disse...

Também gostei. Gostei das duas mas não haja dúvida que a Blanchett tem uma luz vacilante, acho que é uma coisa assim de várias gamas.

cs disse...

O chamado charme em camadas.