sábado, 5 de dezembro de 2015

Pensando com os outros, Wittgenstein, L

clarinho como água
(...) as verdades matemáticas não são essências eternas saídas do cérebro humano, mas produtos históricos de um certo tipo de trabalho histórico, feito de acordo com as regras e as regularidades especificas desse mundo social particular que é o mundo científico.
Wittgenstein, L.

Sem comentários: