sábado, 9 de agosto de 2014

A vida não é a preto e branco

Existem dias não. Claro que existem dias não. Fazer pode provocar muitos mais danos do que sentir. Porquê?


Porque o fazer se basta, é auto-suficiente. Quando te faço uma caricia que falha no quanto te quero o
que falhei foi o  sentir. Ingrato gesto aquele que coloca todo o ónus da prova no sentir quando falhei o fazer.

Desde sempre assim foi, os processos de julgamento dos outros enchem então o nosso saco de desilusões.

Vem cá, olha-me nos olhos outra vez. Foi apenas um dia não. Existem dias sim.
cs


Sem comentários: