domingo, 20 de outubro de 2013

Sócrates com valor acrescentado






Sócrates depois de estudar, depois de escrever, depois de ouvir ( e admirar - facto que nem todos têm capacidade) bons professores, depois de ponderar e pensar, depois de ser corrido de um país cuja literacia política é o que se sabe. Sócrates com um livro no prelo,  ainda por cima, diz-se, bem escrito e muito bem argumentado, é um Sócrates com VA (valor acrescentado). Sócrates pode ter sido, que foi,  louco, mentiroso, vaidoso, e sei lá eu que mais, mas em nada esses adjetivos, associados à sua imagem para sempre, diminuem a sensibilidade, agilidade inteletual, a inteligência, talvez, a visão. Sócrates é um lutador, um lutador que ficou sentido, zangado e fugiu para o meio de livros. Fugiu para longe dele mesmo e encontrou-se. Nunca gostei deste trapalhão.  Sempre me envergonhou como cidadã aquela trapalhada da licenciatura. Aquele jogo de que se tornou mestre em manipular a verdade, e às vezes a fuga para a frente que sentia ser a sua política no fim do seu último mandato. Mas Sócrates deu a volta aos meus olhos. Gosto deste Sócrates de bem com ele. Deste Sócrates depois de estudar,  vaidoso e humilde, sequioso de mostrar o que aprendeu. Um Homem maior , mais ouvinte, mais sabedor. Este Sócrates, que agora como antes, cita atabalhoadamente A, B e C. Mas é este Sócrates que na minha opinião deixa uma entrevista que pode ser daqui a uns anos um documento histórico. A arquivar sff.

Mestre José Sócrates está de bem consigo. Mestre José Sócrates sente-se realizado com a sua tese ( só quem nunca escreveu uma tese , honesta e com conteúdo,  as desmerece). É caso para dizer.
Parabéns Mestre.

1 comentário:

teardrop disse...

Estava a ouvir o conteúdo da entrevista nas notícias e fiquei com vontade de ler!