domingo, 30 de junho de 2013

Guilherme de Melo!


Gostava dele. Da sensibilidade, da honestidade, da vida de verdade.

Sem comentários: