sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Digicogitações

O meu cérebro não é memória é esquecimento.
A minha memória acompanha-me de forma integral, mas a sua totalidade está em forma virtual.
Actualiza-se conforme as necessidades.
O cérebro tem, por isto, como função suspender a memória e não apagá-la.

(depois de ler Henry Bergson )


1 comentário:

mfc disse...

As nossas memórias sempre nos acompanham e temos o dever de conviver saudavelmente com elas.