terça-feira, 25 de janeiro de 2011

O Colégio

Tenho sérias dúvidas se os Colégios na sua luta de não perderem verbas do Estado, não estarão a usar crianças como cabeças de cartaz.

Não posso deixar um filho ir fazer número para uma manifestação de Colégios que não aceitam perder verbas do Estado.

Já agora, amanhã não há aulas, é legitimo o Estado descontar este dia nas verbas ?

Lá está, eu acho mal esta tonta atitude, desesperada é certo, deste ensino completamente suportado pelo Estado.

Em vez de tontas teses de mestrado a tentar mostrar que um é melhor que outro, não valeria mais terem feito teses a mostrar quais a diferenças? Sobre outros métodos de ensino? Por exemplo, que eram locais onde não se aniquilava a criatividade dos meninos? Ou aniquilam? E essas sim, oferecer a um Cavaco que, delicadamente chutou para canto estas tontas reivindicações.

Enfim, não me anda a cair nada bem estas atitudes destas empresas financiadas.

Espero no entanto o mesmo tratamento na Saúde. Corte de verbas para pagamento de exames. Renegociação de valores de meios de diagnóstico.


E por aí fora. A verdade é que os cortes ou são para todos ou cheiram mal.

:)

Sem comentários: