domingo, 20 de junho de 2010

José Saramago. 1922-2010

.

O Estado deve homenagear aqueles que o prestigiam. Saramago é um dos escritores portugueses mais lidos no mundo. O único prémio Nobel da Literatura em Portugal, mesmo sabendo nós que estes prémios andam com reputação duvidosa, não será o caso, acredito.

O que me dava gozo em Saramago era somente a ideia que tenho daquilo que é um HOMEM LIVRE.

A memória que tenho, é a de um Homem que se tinha resolvido com a vida.


Gosto daquele amor com a Pilar. Gosto de Homens que amam.


Paz ao Homem.
.

Sem comentários: